sexta-feira, 18 de abril de 2014

Que documentos preciso para visitar a França como turista?

Está chegando o dia da sua sonhada viagem à Paris e você ainda tem dúvidas de quais documentos precisa trazer? Não se preocupe, o Viver Paris te explica o que você deve ter em mãos para evitar possíveis problemas com o controle de imigração.
  • Passaporte - pelas novas regras da União Européia, o passaporte deve ter validade mínima de 3 meses depois da data prevista de retorno ao Brasil. Exemplo: se você vai passar 15 dias em Paris, seu passaporte deve ter no mínimo 3 meses e 15 dias de validade. Caso seu passaporte não se enquadre na nova regra você não consegue embarcar, nem sai do Brasil. Por isso, confira bem para não perder sua passagem ou ter que pagar multas para remarcar.
  • Visto - Se você vem como turista não precisa de visto, desde que sua permanência máxima na França (ou Europa) seja de 90 dias. Caso precise passar mais de 90 dias deve pedir o visto na Embaixada da França no Brasil. Existem várias modalidades, como estudante, trabalho, casamento, vida familiar etc. Para todas as modalidades existem exigências severas que podem ser conferidas no site da embaixada.
  • Passagens de ida e volta - Se você vem à Paris como turista precisará comprar passagem de ida e volta. Isto permite que a polícia de imigração, em caso de controle detalhado, saiba que você está vindo realmente com a intensão de apenas visitar. 
  • Comprovação de hospedagem: se for ficar em hotel aqui na França, traga um comprovante das reservas relativo ao tempo da sua estadia. Caso fique na casa de parentes ou amigos por um longo tempo (até 90 dias), é preciso que este parente ou amigo providencie na "Mairie" (prefeitura) uma "Attestation D'Accueil", ou seja, uma "Carta Convite" especificando onde e quanto tempo você ficará hospedado. Esta carta custa cerca de 30 euros e seu amigo ou parente precisa comprovar que tem condições de recebê-lo.  Atenção: a imigração francesa não aceita cartas convites escritas a mão, apenas a Attestation D'Accueil emitida pelas prefeituras francesas. Portanto, caso venha sem esta carta ou reservas e passe por uma operação de controle mais severa no aeroporto, você corre o risco de ser deportado. É importante ainda que seu amigo ou parente envie a Attestation de Accueil com antecedência, pois o tempo mínimo de entrega de correspondências entre França e Brasil é de 20 dias (fora o tempo para a carta ficar pronta - que é geralmente de 10 dias). Tome algumas precauções e envie, por exemplo, por carta registrada e rastreada. Em caso de perda ou extravio, é preciso fazer um novo pedido na Mairie, o que demanda tempo e custos adicionais. 
  • Seguro saúde - você deve ainda ter um seguro saúde válido nos espaço Schengen (países da Europa onde a circulação é livre). Atenção: a Inglaterra não faz parte do Espaço Schengen, por isso, se for visitar este país, inclua a Inglaterra no seguro. Outra dica importante: o seguro deve cobrir o custo mínimo de 30 mil euros com despesas de saúde.
  • Comprovação de rendimentos - Este item é polêmico e quase nunca a polícia de imigração pede para que você comprove quanto tem na carteira. Mas algumas vezes, em caso de controle mais severo, eles podem te pedir para mostrar cartões de créditos, dinheiro líquido, cheques viagens e até extrato bancário. Como disse, isso é raro, mas pode acontecer, por isso venha prevenido. A quantia mínima diária recomendada pela França ao turista é de 60 euros o dia. 
Com todas estas precauções você tem a garantia de entrar na França tranquilamente e passar ótimas férias. Boa viagem! Se você gostou deste post, que tal clicar aqui e seguir o Viver Paris no Faceboook? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário