sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Carte Vitale: saiba como funciona o sistema de saúde na França

Modelo de carte Vitale
A França é um dos países da Europa (e do mundo), onde o sistema de saúde pública é de qualidade e acessível a todo mundo. A palavra mais propícia para definir o sistema de saúde da França é igualdade. Rico ou pobre, todos são atendidos com igualdade pelo mesmo sistema. Também não importa se você é francês ou estrangeiro, o direito ao acesso à saúde é universal e igual para todos. 

Para ter acesso ao sistema de saúde da França você precisa ter uma carta Vitale, com um número de sécurité sociale. Este documento contem informações importantes sobre suas origens, nascimento, sexo, etc. É através dele que funciona todo sistema de saúde e de segurança social do país, como direitos trabalhistas, aposentadorias, etc.

Se você é estrangeiro em situação regular na França, precisa se dirigir a caisse d'Assurance Maladie (CPAM) da sua cidade para solicitar seu número de sécurité sociale e sua carta vitale. Estrangeiros em situação irregular também podem se beneficiar do sistema se comprovarem que já vivem na França há algum tempo e que não podem arcar com despesas de saúde. 

Com a carte vitale e o número de sécurité sociale em mãos, você já pode usar sistema, que funciona da seguinte forma:

CONSULTAS MÉDICAS: Na França, toda vez que você for ao médico (não importa a especialidade) precisa pagar a consulta para depois ser reembolsado. O médico lhe pedirá sua carte vitale e a colocará numa maquininha (como destas de cartão de crédito). Neste momento suas informações serão encaminhadas a caisse d'Assurance Maladie, que lhe fará o reembolso de parte do que você pagou. Exemplo: um clínico geral que custa 25 euros a consulta, a Assurance Maladie lhe reembolsará 70% deste valor (em média 16 euros). Os outros 30% são reembolsados pela sua Mutuelle, que vou falar no próximo tópico.

A Mutuelle 


A Mutuelle é um plano de saúde privado que pode ser opcional. Caso você seja empregado de uma empresa, a Mutuelle passa a ser obrigatória, ou seja, você já é coberto pela Mutuelle da sua empresa. Pegando o exemplo  acima, é a sua Mutuelle que irá reembolsar os outros 30% da sua consulta médica. 

Caso você seja profissional liberal ou não trabalhe, precisará pagar sua própria Mutuelle. Vários bancos e seguradoras oferecem Mutuelles a preços distintos. O preço médio de uma Mutuelle com boa cobertura fica na média de 30 euros se você for empregado e o dobro caso você mesmo pague sua Mutuelle.

Medicamentos

Na França, existe uma lista de medicamentos essenciais que são cobertos pela Assurance Maladie. Quando o médico lhe prescrever um remédio, basta ir na farmácia, apresentar sua carte vitale para ter acesso aos medicamentos básicos sem pagar nada. Mas atenção, como acontece com as consultas, para alguns medicamentos, a Assurance Maladie só cobre uma porcentagem e a outra é paga pela Mutuelle. Caso você não tenha Mutuelle ou o medicamento prescrito não seja coberto pela Assurance Maladie, você precisará arcar com uma parte ou a totalidade de determinado medicamento.

Exames

A grande maioria dos exames são cobertos pela Assurance Maladie, ou seja, você não precisa pagar adiantado para ser reembolsado depois. 

Internações - Uma parte é coberta pela Assurance Maladie e a outra pela sua Mutuelle. 

DICAS PRÁTICAS 


  • Quando você fizer sua carte vitale, deve indicar como deseja ser reembolsado: por depósito em conta ou por cheque. A opção mais prática é por depósito em conta bancária, pois tudo é feito automaticamente e em até 72 horas (dependendo do procedimento médico) pela Assurance Maladie e pela sua Mutuelle. Caso opte ser reembolsado por cheque, precisará solicitar ao seu médico um papel (feuille de soins médicaux) e enviar uma via para a caisse d'Assurance Maladie (CPAM) e outra à sua Mutuelle. Neste caso o reembolso pode demorar algumas semanas.
  • Se você optar pelo reembolso por depósito em conta bancária (o mais prático), a sua cobertura pela Assurance Maladie e pela Mutuelle precisam estar interligadas. Este processo é chamado de téletransmission, ou seja, você tem que autorizar a Assurance Maladie a enviar as informações para a sua Mutuelle. Este processo deve ser solicitado ao mesmo tempo na caisse d'Assurance Maladie (CPAM) e na sua Mutuelle. Se você solicitar a téletransmission apenas na Assurance Maladie e esquecer de pedir o mesmo à sua Mutuelle, você não será reembolsado corretamente. Por isso é bom ter atenção quando solicitar a téletransmission. 
  • Existem diferentes opções de Mutuelle. Geralmente, as empresas oferecem 3 opções: a básica (paga apenas pela empresa), a intermediária e a conforto (que você paga uma parte e a empresa a outra). A básica cobre quase tudo, mas exclui alguns procedimentos mais complexos no dentista e oftalmologista, por exemplo. Se informe bem das suas necessidades antes de escolher determinada opção. 
  • Atenção ao preço das consultas! Os reembolsos são feitos em cima de bases estipuladas pelo governo. Um médico clínico geral a base é de aproximadamente 25 euros. Se você for num médico que cobre 50 euros a consulta, você só será reembolsado em cima da base de 25 euros. Este é um grande problema principalmente em Paris, onde a maioria dos médicos cobram acima do valor de base e você é obrigado a arcar com o resto. Por isso atenção na hora de escolher seu médico. 
  • Outra dica importante é que você deve declarar a Assurance Maladie um médico clinico geral como seu médico da família. Fazendo esta declaração você é reembolsado integralmente toda vez que for atendido (a) por este médico. Você deve pedir ao seu médico de confiança para fazer a declaração. 
ACOMPANHE TUDO PELA INTERNET

Você pode acompanhar todos os seus reembolsos pela internet, através do site http://www.ameli.fr .
Com sua carta vitale em mãos, basta fazer o cadastro. Após cadastrado, a Assurance Maladie irá enviar para sua casa as coordenadas para que você possa acessar o site. Pelo site é possível acompanhar todos os reembolsos e procedimentos realizados, assim como efetuar alguns procedimentos administrativos. Funciona super bem e é super prático! 

A maioria das Mutuelles também oferecem ferramentas online para que você possa acompanhar todos os seus reembolsos. Informe-se com sua Mutuelle. 

CARTA DE SAÚDE EUROPÉIA


Todo cidadão que vive legalmente na Europa tem direto a cobertura de saúde nos países membros do bloco se estiver em circulação, como de férias, por exemplo. A carta de saúde européia deve ser solicitada na caisse d'Assurance Maladie (CPAM), no mínimo, 15 dias antes da viagem. Você também pode solicitá-la online, pelo site da Ameli.

Em caso de problemas de saúde em outro país da Europa você será atendido de acordo com as regras do pais. Apresente sua carta européia de saúde sempre. Caso precise pagar pelo atendimento, guarde todos os recibos e os envie para a Assurance Maladie  e para sua Mutuelle quando voltar para a França. Desta forma você será reembolsado. 
-------------------------------------------------------------------------------
Agora você já sabe como funciona o sistema de saúde francês, considerado um dos melhores do mundo e o qual os franceses não abrem mão, mesmo se os impostos custam cada dia mais caro. É um sistema muito bom, que ainda funciona bem e que atende todos com igualdade. Dúvidas e dicas adicionais a respeito deste tema, não hesite em deixar seu ponto de vista através dos nossos comentários. Até a próxima dica de Paris e da França! 



Nenhum comentário:

Postar um comentário