terça-feira, 20 de maio de 2014

Batedora de carteira de Paris diz que é fácil roubar brasileiros

Em entrevista à Globo News, batedora de carteira afirma que é fácil roubar brasileiros em Paris
Com a entrada de alguns países do leste na Europa, o aumento da criminalidade em Paris e na França vem crescendo também. Como esses países, a exemplo de Bulgária, Polônia e Romênia, são mais pobres, muitos criminosos tem migrado e agido nos países mais ricos como a França, já que agora eles não precisam mais de visto para se movimentar no território Europeu. 

Batedores de carteira, arrombamento de casas, roubo de fios de cobre (o que tem paralisado trens) e até mesmo de alimentos em plantações, além de roubo de máquinas agrícolas (este último nunca existiu com tanta frequência), está tirando o sono dos franceses e sendo um desafio para a polícia, que vem fazendo de tudo para desmantelar estas redes de mafiosos.

É claro que a violência por aqui é muito inferior (muito mesmo) a do Brasil, mas mesmo assim ela existe e tem incomodado bastante os franceses, que temem principalmente perder turistas, já que nos últimos anos imagens de roubos em Paris tem sido bastante exploradas pela imprensa internacional.

Uma reportagem exibida na Globo News no final do ano passado abordou exatamente este problema de segurança em Paris e a dificuldade da legislação francesa em conter o problema, já que a maioria dos criminosos são menores de idade, explorados pela máfia dos países do leste. A reportagem é impressionante e as meninas "pickpocket" (batedoras de carteira) dizem que tem facilidade para roubar inclusive nós brasileiros, que somos naturalmente mais atentos em virtude da criminalidade alta no nosso país. 

Confira o vídeo abaixo a reportagem da Globo News. E o Viver Paris já deu algumas dicas para que você não seja vítima de golpes e de batedores de carteira em Paris, clique aqui para ler. Não esqueça ainda de curtir nossa página no Facebook clicando aqui. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário