domingo, 29 de junho de 2014

O que rolou na primeira semana de saldos de verão em Paris?

Como acontece todos os anos, clientes da Desigual  que usaram roupas íntimas puderam aproveitar os saldos a preços simbólicos

A primeira semana dos saldos de verão em Paris saiu como o esperado: alguns produtos realmente em saldo, mas uma boa parte se tratava apenas de "destockage", ou seja, produtos do ano passado que estavam encalhados no estoque e que as lojas quiseram vender, literalmente (e no duplo sentido da palavra) a qualquer custo. Uns eram aproveitáveis. A maioria, nem tanto, principalmente quando se trata de roupas, calçados e acessórios. Mas isso depende do gosto de cada um.

O Viver Paris circulou por algumas lojas na região da Rivoli, Chatelet e Ópera, locais mais procurados por turistas e parisienses. Dentre as lojas populares e de qualidade que vistamos, como a Benetton, Jules, Celio, Springfield, GAP e Desigual, encontramos muitos saldos de verdade em algumas delas. Mas em outas, nem tanto... 

Ponto negativo, por exemplo, para a Springfield, Jules e GAP, onde pouquíssimas peças estavam em promoção (na verdade quase nenhuma). O ponto positivo foi para a italiana Benetton, que saldou 90% da loja em 40%. Realmente incrível, tendo em vista que a Benetton tem excelentes produtos!

A Loja Desigual, conseguiu chamar mais uma vez atenção da mídia, promovendo a abertura dos saldos com os clientes utilizando apenas roupas íntimas. Quem aceitou se despir (e foi selecionado, obviamente) conseguiu adquirir peças por um valor simbólico, outras de graça. 

Na Galerie Lafayette e BHV Marais muitas promoções. Nestas 2 lojas, onde você encontra apenas roupas de grandes marcas, é possível comprar camisas Lacoste por 63€ (ao invés de 89,90€) ou uma Polo Half Lauren com mais de 50% de desconto. Produtos de beleza, perfumes e acessórios também estavam com bons descontos na BHV Marais, preços bem melhores, inclusive, que na conhecida Sephora, onde quase nenhum produto (para minha decepção) entrou em saldo, principalmente os perfumes.

Já na popular H&M, muitos produtos em saldo e muitas peças aproveitáveis, para todos os gostos e bolsos. Os pontos negativos da H&M foram a desorganização (principalmente da loja da Rivoli, onde não se encontrava nada no lugar), além das longas filas nos provadores e caixas. Lojas como a Zara e Forever 21 havia o mesmo problema de filas longas.

A questão do tamanho das peças também foi um entrave para quem resolveu aproveitar os primeiros dias de promoção na cidade luz. Em algumas lojas foi super difícil encontrar os tamanhos P e M, os mais procurados em Paris. Roupas G e GG sobravam nos cabides, principalmente nas lojas mais populares. Uma chance para os mais cheinhos encontrarem produtos de boa qualidade e com preços mais baixos. 

Mas clama! Esta é apenas a primeira semana de saldos em Paris e nada está perdido. É normal que a maior parte das lojas queiram vender o estoque antigo na primeira semana, se livrar daquilo que pouca gente tem interesse. A partir de amanhã, no máximo até quarta-feira, as lojas estarão colocando gradativamente peças da coleção atual (Primavera-Verão 2014) em promoção. Ou seja, se você não conseguiu encontrar o que procurava, volte a visitar as lojas a partir desta segunda-feira (30). 

Outra dica: se você não encontrar o seu tamanho numa peça que te agradou, não desista. Muitos vendedores dizem que os produtos disponíveis estão nas prateleiras e não tem mais no estoque. Nem sempre é verdade. Muitas lojas vão colocando as peças aos poucos, para tentar vender justamente aquilo que não interessa muito. Volte no dia seguinte e tente achar seu tamanho. Funcionou comigo e consegui comprar o tamanho que, teoricamente, havia-se esgotado. Outra dica é conferir se você encontra o seu tamanho no site da loja (as vezes a peça acaba na loja, mas na web ele está disponível,ou vice-versa).

Espero que você tenha aproveitado a primeira semana de saldos em Paris e feito "bonnes affaires"! E para ficar por dentro das melhores dicas de Paris, não hesite em curtir nossa página no Facebook clicando aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário