terça-feira, 9 de setembro de 2014

Como reservar bons hotéis ou flats em Paris?


Muita gente que conheço e que visitou Paris nos últimos meses tem relatado "dores de cabeça" com pacotes de viagens comprados em conhecidas agências de viagens no Brasil, especificamente com que diz respeito ao hotel o qual vão ficar hospedados. 

A reclamação mais frequente é a distância dos hotéis, que são vendidos como próximos de Paris, mas na verdade são distantes, nos chamados "beaulieux parisiens", que em bom português significa subúrbio. 

Muitas vezes os hotéis são tão longe que você tem a sensação de estar numa cidadezinha do interior, numa zona industrial ou até mesmo num outro país, já que muitos destes "beaulieux" concentra a população imigrante, que não corresponde com o imaginário o qual muitos turistas (erroneamente) tem da França.

Um exemplo: os hotéis localizados próximos aos aeroportos podem ser bons para quem está apenas em trânsito em Paris, para aqueles que precisam apenas dormir uma noite e seguir viagem no dia seguinte. Já para quem está de férias, esta pode ser uma péssima opção, pois além de estar fora de Paris (20 ou 30 quilômetros) você gastará bastante dinheiro e tempo com o traslado até a cidade luz (leia aqui como fazer os traslados nos aeroportos de Paris). E muitas agências brasileiras vendem pacotes de hospedagem nestes hotéis...

Outras reclamações frequentes são de pessoas que compram pacotes em hotéis que tem banheiros compartilhados. Sim! Você não leu errado: banheiros compartilhados. Fuja destes hotéis se você gosta de privacidade, até porque algumas agências vendem pacotes caros e para lucrar mais colocam você em qualquer lugar. Imagine uma lua-de-mel nestas condições? Por isso, verifique bem este item antes de fechar negócio.

Quais as dicas para escolher um bom hotel ou flat em Paris?

A dica é escolher um hotel dentro da cidade ou o mais próximo possível! Para quem não sabe, Paris é delimitada por uma rodovia chamada Périphérique (veja no mapa abaixo, Paris no centro e Périphérique em amarelo, nos limites da cidade). As cidades ao lado da Périphérique são tão coladas em Paris que às vezes você nem sabe que saiu da capital. Hotéis perto da Périphérique podem ser uma opção para quem quer economizar.



  • Caso queira economizar, escolha um hotel numa cidade ao lado da Périphérique. Eles são mais baratos e a maioria tem qualidade e bandeiras conhecidas. Alguns custam cerca de 50 euros a diária (quartos duplos). Além disso você estará a poucos metros de Paris, com uma vasta opção de metrôs, ônibus, trens e até mesmo bicicletas públicas. 
  • Caso fique na periferia, evite cidades como Montreuil, Bagnolet, Saint-Denis e Aubervilliers, pois são cidades não muito atrativas para o turismo, onde se concentram os problemas sociais da região parisiense. 
  • Se tiver dinheiro a mais, reserve dentro de Paris. Mais atenção, pois alguns bairros também são poucos atrativos (para alguns), mas nada que prejudique suas férias. Os bairros 18 e 19, por exemplo, tem a fama de populares demais, assim como os arredores de Chatelêt. Mas isso é muito relativo, até um certo exagero, pois Paris é uma cidade tranquila e cheia de misturas interessantes. Nos bairros 18 e 19 existem lugares muito simpáticos, onde se concentra também a população mais jovem e burguesa. Exemplos: no Canal de Saint Martin e em Montmartre. 
  • Faça você mesmo: Na maioria das vezes, comprar um pacote numa agência de viagens no Brasil pode sair bem mais caro do que se você mesmo organizar sua viagem. Em sites como o Airbnb, você pode escolher e reservar um apartamento em Paris, no local que você quiser. Este tipo de locação é uma febre por aqui e muitos turistas estão trocando os hotéis por este tipo de locação, onde você tem bem mais autonomia. Dê uma pesquisada e compare os preços.
  • Após escolhido o hotel, dê uma conferida na documentação que precisa providenciar para visitar a França. Nosso blog já falou sobre isto e você pode ler todas as dicas clicando aqui.
  • A dica final é: descofie de preços muito baixos, principalmente nesta época onde o real está desvalorizado. Se for fechar pacote por preços muito atrativos, verifique bem a localização e itens como banheiro, por exemplo. 
Eu espero que você tenha curtido as dicas. E para ficar por dentro das melhores dicas de Paris, clique aqui e siga nosso blog no Facebook. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário