sábado, 10 de janeiro de 2015

É seguro ir para a manifestação de domingo em homenagem às vítimas dos atentados?

Manifestação em homenagem às vítimas do atentado na Place de la République, em Paris

Os parisienses preparam uma grande manifestação neste domingo (11) em homenagem às vítimas do atentado que matou cartunistas  da revista Charlie Hebdo, além de jornalistas, um policial e reféns. A manifestação está marcada para começar por volta das 15 horas e deve passar pelos Boulevard Voltaire, pela Place de Bastille e Nation.

Mas é seguro participar desta manifestação? De acordo com vários jornais franceses, entre eles o Le Figaro, não é aconselhável participar de manifestações com grande número de pessoas, sem que a polícia tenha elucidado 100% a autoria dos atos terroristas. 

"Esta manifestação é um verdadeiro problema. Eu não sou responsável. Visto o contexto e sabendo que todos os suspeito podem ainda não ter sido identificados, a decisão de manter esta manifestação me deixa perplexo. Seria mais prudente adiar este evento alguns dias" - disse ao Le Fígaro uma alta fonte anti terrorista ligada ao Palácio de Justiça de Paris, acrescentando que a segurança estará reforçada, mas que não tem como garantir 100% de segurança aos participantes.

Segurança em Paris - Desde os atentados que se iniciaram no início da semana, as ruas de Paris estão com segurança reforçada e o nível de vigilância é considerado máximo. Mais de 83 mil policiais, além de homens do exército, fazem a segurança em todo o pais, especialmente em Paris. O jornal francês Le Parisien classifica o efetivo como inédito.

Devo sair nas ruas ou adiar minha visita à Paris? 

Sim,você pode sair nas ruas normalmente e NÃO deve adiar sua viagem à Paris por medo. Como foi dito, a segurança está reforçada. Nunca vi tanta polícia nas ruas, metrôs, aeroportos, etc. Além disso, existe certo exagero e sensacionalismo da imprensa internacional com relação aos atentados. Não acreditem nestas notícias exageradas de que Paris está parada, que as ruas estão vazias, que o clima é de terror. Apesar do trauma (os franceses não estão acostumados a sequestros e assassinatos como estes), a vida segue normalmente na cidade luz. 

Agora, evitar grandes aglomerações, apenas como precaução, como a manifestação de amanhã, eu sinceramente acho prudente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário