segunda-feira, 9 de julho de 2018

10 atrações que você pode visitar de graça em Paris

Quando se pensa em Paris, a primeira ideia que se vem a cabeça é de uma cidade chique e cara. Pode até ser, pois Paris é um dos maiores mercados de luxo do mundo. Mas a vida real aqui na cidade luz vai muito além de marcas como Dior, Ives Saint Laurent, Louis Vuitton, entre outras. O cotidiano na cidade luz é democrático e com muito ou pouco dinheiro no bolso, é possível sim aproveitar a capital francesa. 

Nosso blog listou as 10 atrações turísticas que você pode aproveitar gratuitamente aqui em Paris, sem gastar um tostão! Vamos a lista?



1 - Catedral de Notre Dame - Uma das catedrais mais emblemáticas da França (e talvez do mundo) a Catedral de Notre Dame de Paris é aberta ao público gratuitamente. Basta chegar, entrar na fila e esperar a sua vez de admirar esta maravilha de arquitetura predominantemente gótica. A Catedral está aberta todos os dias da semana. Durante a semana abre das 7h45 às 18h45. Nos fins de semana das 7h45 às 19h45. 



2 - Maison de Victor Hugo - falando em Catedral de Notre Dame, quem não já ouviu falar do famoso corcunda de Notre Dame, romance do ilustre escritor francês Victor Hugo? Pois bem, na chiquérrima Place de Voges (próximo a Notre Dame) está localizado o apartamento onde viveu o escritor. O imóvel hoje é um museu e o apartamento onde viveu Victor Hugo pode ser visitado gratuitamente de terça à sábado, das 10h às 18h. O lugar é super charmoso, reunindo obras manuscritas, pinturas e objetos pessoais do artista. A visita vale super a pena!


Museu do Louvre - você deve está se perguntando: como assim, a visita ao Louvre é gratuita? Não exatamente! Mas entre os meses de outubro e março o museu abre as portas gratuitamente todo primeiro domingo do mês. Então, que tal ver a Monalisa economizando 15 euros? Nada mal heim! Aos domingos, o Museu do Louvre abre das 09h às 18h. 




Jardim das Tuileries - se você estiver sem saco para museus, que tal dar uma volta no charmoso Jardim das Tuileries? São 25 hectares de verde em pleno coração de Paris, do ladinho do Louvre. Uma simples caminhada, um piquenique nos dias ensolarados ou simplesmente sentar-se nas charmosas cadeias para tomar sol... tudo de graça e com vista para a Torre Eiffel ou para o Louvre (como você preferir!). O Jardim das Tuileries está aberto todos os dias, das 07h às 21h. E como já foi dito, a entrada é grátis!



Canais de Saint Martin e do l'Ourcq - Quer sair um pouco do circuito turístico e ver a diversidade de Paris? Uma caminhada nas margens do Canal de Saint Martin ou do Canal de l'Ourcq pode ser uma excelente ideia. O público que frequenta esta região de Paris é jovem e descolado, de todas a partes do mundo. Se estiver com disposição, siga de Paris até o Parque de la Villette (são cerca de 4km de caminhada). Nos dias mais quentes, os parisienses fazem piqueniques nas margens do canal, dando uma atmosfera informal e charmosa da real vida parisiense. Existem ainda bares, restaurantes, cinemas e excelentes ciclovias ao longo de todo o canal. Se você gosta de pedalar, não hesite em percorrer a ciclovia até sair de Paris, passando pela cidade de Pantin, considerada o Brookling da região parisiense. 



Basílica de Sacré Coeur - Localizada no boêmio bairro de Montmartre, a basílica de Sacré Coeur é interessante pelo lado arquitetônico e histórico, mas também pela vista! Sim, a basílica foi construída numa colina com vista panorâmica para Paris! A visita é grátis todos os dias, das 07h às 22h30. Prepare a máquina fotográfica para fazer fotos incríveis da cidade luz! 


Campo de Marte e Trócadero - O sonho de todo turista que vem a Paris é ver e subir a Torre Eiffel. Se você quiser subir na dama de ferro terá que desembolsar entre 16 e 25 euros. Mas se você não faz questão se subi-la, seja porque tem vertigem, a grana está curta ou porque não quer enfrentar uma fila quilométrica, mesmo assim poderá admirá-la bem de pertinho. E os melhores lugares para isso são os jardins do Trócadero ou do Campo de Marte, que ficam aos pés da torre. Para ver a torre do alto, numa visão mais panorâmica, dirija-se ao Trócadero. Para se aproximar mais da torre, o local ideal é o Campo de Marte. 



Flanar nas ruas do Marais - No centro de Paris, o bairro do Marais já passou por inúmeras mutações. Habitado até o final do século XIX pela nobreza francesa, atualmente várias comunidades coexistem neste emblemático "cartier" parisiense. Andar nas ruelas do Marais é mergulhar e reviver a história de Paris. É cruzar com  judeus, chineses, parisienses, turistas eufóricos, além do animado público LGBT. Atualmente o bairro sofre mutações, com a chegada de boutiques de luxo (que na minha opinião está tirando a autenticidade do local). Mas mesmo assim o Marais continua sendo um bairro que merece sim ser visitado, pois é lá que você vai encontrar sem muito esforço a diversidade parisiense. 


Visitar o Jardim de Luxemburgo, na "rive gauche" - Na minha opinião, o lado direito do Sena (rive droit) é o mais popular, diversificado e animado de Paris. Mas a rive gauche (lado esquerdo do rio) também tem seus encantos. Um deles é o famoso Jardim de Luxemburgo. Com 22 hectares de vegetação, lagos e espaços lúdicos, o jardim é um dos mais belos de Paris e abriga também o Palácio de Luxemburgo, sede do senado francês. A entrada é grátis e o jardim abre todos os dias das 7h30 às 21h30 (no inverno abre e fecha uma hora a mais ou a menos). 


Passear na Champs-Élysées - vir a Paris e não visitar a Champs-Élysées é como estar no Rio e não ir à praia de Copacabana. Com quase 2 quilômetros, a mais bela avenida do mundo é passagem obrigatória de todo turista. Além das lojas de luxo e de departamento, você encontrará na Champs-Élysées o famoso e imponente Arco do Triunfo, monumento construído em 1808 em comemoração às vitórias militares de Napoleão. Dica: Seguindo no sentido inverso ao Arco do Triunfo você faz uma bela caminhada de 4 quilômetros até o Jardim das Tuileries, passando pelo Obelisco (monumento doado aos franceses pelos egípcios) e chegando finalmente as pirâmides do Louvre. Prepare o tênis que a caminhada vale muito a pela! 

Espero que vocês tenham curtido as dicas de como visitar Paris gratuitamente! Não deixem de nos seguir no Facebook e no Instagran. Até a próxima dica!

Nenhum comentário:

Postar um comentário