quarta-feira, 10 de abril de 2019

40% dos parisienses não acham a Champs-Élysées a mais bela avenida do mundo

                                                                                                                                                           Imagem Pixabay por David Marc
Milhares de carros e turistas circulam todos os dias pela Champs-Élysees, em Paris
Se para os turistas, a Champs-Élysées é mais bela avenida do mundo, pelo menos para os parisienses, este título está longe de ser uma unanimidade. Uma pesquisa encomenda por um comitê de arquitetos, revela que 94% dos moradores de Paris tem uma visão negativa da avenida. Deste total, 40% estimam que a Champs-Élysées não merece o título de avenida mais bela do mundo. 

Com dois quilômetros de extensão, a Champs-Élysées é uma via extremamente movimentada que corta o centro da capital francesa.  Estima-se que mais 65 mil carros circulem diariamente pela via. 

Além da grande circulação viária, é na Champs-Élysées e nos seus arredores que se concentram monumentos importantes, como o Arco do Triunfo, o Obelisco, o Grand Palais, o famoso Jardim de Tuileries e o Louvre. Isso sem falar no comércio de luxo misturado a redes de restaurantes fast-foods e lojas de departamento, que fazem desta região de Paris uma das mais movimentadas durante o dia. 

É provavelmente esta fusão de turismo descontrolado e lojas de luxo inacessíveis a maior parte dos parisienses que fazem a avenida perder seu charme. Para 71% dos parisienses entrevistados, a Champs-Élysées é muito turística. Outros 21% consideram a avenida extremamente barulhenta. Eventos como manifestações violentas nos último meses, contribuíram ainda para que os parisienses entrevistados relacionassem a avenida a adjetivos como "barulhenta", "estressante", "artificial" e "perigosa". 

Projeto pretende requalificar Champs-Élysées para jogos Olímpicos de 2024


A percepção pessimista dos parisienses com relação a Champs-Élysées poderá resultar em mudanças, pelo menos é o que pretende um grupo de arquitetos que fazem parte de um comitê local. A ideia é requalificar toda a avenida, diminuindo a circulação de veículos (2 vias ao invés das 4 atuais), criação de grandes jardins e ampliação das calçadas. O projeto da nova Champs-Élysée, que deverá ser entregue até os jogos Olímpicos de 2024 foi apresentado nesta quarta-feira (10). 

"A ideia do projeto é reduzir a circulação de veículos na Champs-Élysées, tornando-a mais atrativa aos pedestres" -explica Philippe Chiambaretta, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto da  nova avenida. 

Veja abaixo o projeto apresentado:


Atualmente a Champs-Élysées possui 4 vias para veículos. A ideia do novo projeto é tornar a avenida acessível aos pedestres. Para isso, a pista será reduzida a 2 vias, que poderão ser totalmente fechadas em alguns horários do dia, como nos fins de semana e horários das refeições. 


As calçadas deverão ser mais amplas e integradas a grandes jardins. De acordo com o projeto, tudo será modificado de acordo a luz do sol: o lado mais ensolarado da avenida acolherá principalmente cafés e restaurantes. 


Um dos símbolos da Champs-Élysées, o Arco do Triunfo será finalmente integrado a avenida. A caótica giratória ao redor do monumento dará espaço a áreas de lazer, que serão modificadas a cada estação: no inverno uma pista de patinação, na primavera grandes jardins e no verão a promessa é de levar o Paris Plage à mais bela avenida do mundo. 

E você, curtiu as mudanças? Concorda com o parisienses ou é mais otimista com relação a Champs-Élysées? Não hesite a deixar seu comentário e a nos seguir das redes sociais. Nosso Instagram é o @viverparis. Para nos curtir no Facebook, basta clicar neste link

Nenhum comentário:

Postar um comentário