terça-feira, 30 de outubro de 2018

Como abrir e usar uma conta bancária na França?


Se você pretende se instalar na França, ou chegou recentemente, obviamente, você vai precisar de uma conta bancária. Sem uma conta, você simplesmente não consegue viver por aqui, pois pagamentos, compras, salário, faturas, tudo é feito e pago por intermédio de um banco. Mas o que preciso para abrir  e como usar uma conta bancária na França?

O primeiro passo é estar vivendo aqui, ter um passaporte ou titre de séjour válidos, além de um comprovante de residência, que pode ser uma conta de luz, um recibo de quitação de aluguel, uma fatura de telefone fixo, etc. Caso seja estudante, pode apresentar a documentação que comprove que você está estudando na França. 

De posse dos documentos citados acima, você deve se dirigir a uma agência bancária de sua preferia. Na França, os principais bancos são o BNP Paribas, Societé Generale, LCL, Crédit Agricole, Banque Populaire, Caisse d'Epargne, Crédit Mutuel, entre outros.

Alguns bancos pedem comprovação de renda, mais isso não é obrigatório. Outros pedem um depósito inicial, que pode ser de qualquer valor. 

Estrangeiros sem papel ou não residentes podem abrir uma conta bancária? 


Depende de cada caso. Esta é uma questão muito delicada e a decisão cabe normalmente ao banco. Algumas pessoas conseguem, outras não. Normalmente é preciso provar de alguma forma que você vive na França ou que precisa de uma conta bancária francesa por razões profissionais, por exemplo.  Fica a critério do banco a decisão final.

Existem bancos online? 

Sim, vários. Geralmente as tarifas são mais baratas e você faz tudo pela internet. Os saques podem ser feitos em caixas eletrônicos de bancos físicos, mediante pagamento de taxas, de acordo com o contrato assinado. Alguns exemplos de bancos online são: Boursorama Banque, ING Direct, Hello Bank!, Fortuneo, etc. 

Como usar a conta bancária na França? 

Com a conta aberta, você receberá um cartão do banco (a famosa carte bleu). Este cartão poderá ser de crédito ou de débito. A diferença do cartão de crédito entre França e Brasil é que aqui na França você não pode parcelar suas compras com um cartão de créditoTodas as compras e despesas são contabilizados a vista tanto no débito quanto no crédito. 

Ter uma cartão de crédito na França significa apenas que você será debitado de todos os gastos do mês num único dia (geralmente no início ou no final do mês). Já no débito, você é debitado como no Brasil, no ato da compra (eu, sinceramente, não acho vantagem nenhuma ter cartão de crédito aqui sem poder parcelar. Neste caso, prefiro o débito, pois acho mais fácil controlar os gastos quando sou debitado no ato da compra). 

Caso queira parcelar compras na França, é possível pedir um crédito a alguma financeira parceira da loja a qual está comprando.  Alguns bancos franceses começaram a oferecer a opção de parcelamento, mas em 99% dos casos os juros são cobrados e nunca espere parcelar em 10 ou 12 vezes como no Brasil. Aqui se parcela (normalmente) em 3 ou 4 vezes (no máximo). 

Parcelar compras na França sempre tem juros, que podem ultrapassar facilmente 20% ao ano, ou seja, não é negócio!  


Cuidados ao usar sua carte bleu francesa

Aqui na França o banco sempre te dar um limite de gasto quando sua conta está negativa (geralmente metade da sua renda,). Mas fique atento, caso use este limite, será obrigado a reembolsá-lo integralmente no mês seguinte. Caso não efetue o pagamento, o banco pode simplesmente encerrar a sua conta e o seu nome fica sujo no Banque de France (o banco central daqui) te impossibilitando de abrir conta em qualquer outra instituição financeira. 

E mais uma vez, diferente do Brasil, as dívidas na França não prescrevem nunca e caso não sejam pagas, são transmitidas aos cônjuges, filhos, herdeiros, etc. 

Quanto custa ter uma conta bancária na França?

Depende do tipo de conta e do banco. Bancos online são normalmente mais baratos, com custo anual na média de 30 euros. Já os bancos tradicionais o custo anual varia entre 100 e 300 euros, dependendo do banco e do pacote de serviços contratados. 

Posso mandar dinheiro para o estrangeiro através da minha conta francesa?

Sim, pode. Mas não aconselho fazer isso através do seu banco francês, pois ele deverá te cobrar altas taxas, além de um câmbio desfavorável. Para enviar dinheiro ao Brasil, você pode usar uma financeira como a Transferwise, por exemplo. Nesta postagem explico detalhadamente como fazer tudo, clica aqui para ler

Posso usar meu cartão francês no estrangeiro?

Sim, pode. Na Europa você não paga nenhuma taxa e pode usá-lo  para saques e pagamentos como se estivesse na França. Já fora da União Européia, você está sujeito a taxas e ao câmbio cobrado pelo seu banco (na maioria das vezes desfavorável a você). Fora da Europa, eu acho mais vantagem utilizar cartões pré-pagos, como o Revolut, por exemplo. 

Posso sacar dinheiro em espécie numa agência?

Sim, pode, mas você deve ligar para o seu gerente com antecedência para que ele providencie a quantia. Na França, as agências bancária não manipulam dinheiro como no Brasil. A esmagadora maioria das transações são feitas pela internet, caixas eletrônicos ou por cheques. 

Mas fique atento! Transações em dinheiro vivo na França não podem ultrapassar 1 mil euros para o comércio, 1,5 mil para pagamentos de salários e transações particulares e 10 mil para pagamento de imóvel. 


Hoje ficamos por aqui. Caso tenha alguma dúvida, não hesite em compartilhá-la através dos comentários ou através da nossa página no Facebook. Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário