quinta-feira, 29 de julho de 2021

Atualizado: As restrições na França com a Covid-19


ATUALIZAÇÃO 11/08/21: Como obter o QR Code com o passaporte sanitário francês?

Se você não mora na França e está organizando a sua viagem ou passagem pelo país nos próximos dias já deve ter se perguntado quais são as regras impostas pela epidemia de covid-19. Usar máscara onde? Posso entrar em locais fechados sem a vacina? O confinamento e toque de recolher ainda estão vigorando? Nosso blog resolveu tirar todas as suas duvidas neste post e abordar como funciona o Passe Sanitário na França, que entra 100% em vigor no 9 de agosto. 

O que é o passe sanitário?

Resumindo, o passe sanitário na França é um QR code que pode ser impresso ou armazenado no smartphone e que atesta que você está imune ou não contaminado pela covid-19. Para se ter o passe sanitário é preciso estar completamente vacinado, apresentar um teste RT-PCR de menos de 48 horas ou estar comprovadamente imune a covid-19 após ter sido contaminado e se curado. O passe sanitário francês é válido em toda a Europa e vice-versa. 

Com que idade o passe sanitário é obrigatório?

A partir de 18 anos o passe sanitário é obrigatório para todos, sem exceção. Crianças abaixo ce 12 anos não precisam (por enquanto) do passe sanitário. Já adolescentes de 12 a 17 anos, o passe sanitário só será obrigatório a partir do 30 de agosto.

E se eu não tiver o passe sanitário, poderei viajar normalmente pela França?

Poderá viajar para França, mas não viverá normalmente por causa das restrições. Para incentivar que a população francesa se vacine o mais rápido possível e evitar uma nova onda de covid-19 no país, o governo francês aprovou no último dia 26/07/21 novas regras que impõem o passe sanitário. Sem estar vacinado, por exemplo, você não poderá, a partir do dia 9 de agosto, entrar em museus, parques, cinemas, bares e restaurantes. Viagens de trem (de longa distância apenas) e de avião também só serão possíveis para os vacinados e aqueles que apresentem teste RT-PCR com menos de 48 horas. 

Como o turista brasileiro poderei obter o passe sanitário francês?

Os brasileiros estão autorizados a entrar na França sem restrições desde o dia 17 de julho. Teoricamente, basta que o brasileiro esteja completamente vacinado (vacinas Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen) para poderem entrar na França. O problema até agora é que não existe um certificado internacional de vacinação contra a covid-19 e os governos do Brasil e França ainda não esclareceram como um cidadão brasileiro poderá certificar a vacinação aplicada no Brasil. Sem este acordo, impossível de gerar um QR code por vacinação para se ter acesso aos locais públicos na França, o que dificulta e torna quase impossível o turismo no país. Mais precisões sobre este inconveniente devem ser expostas nos próximos dias. O que se sabe até agora é que alguns monumentos como a torre Eiffel aceitam a apresentação do cartão de vacinação de países de fora da UE como prova de vacinação, permitindo a entrada de turistas estrangeiros. 

E tudo está aberto na França?

Sim, o segundo confinamento na França acabou completamente no dia 30 de junho de 2021. A partir desta data todas as restrições foram retiradas e o comércio, locais culturais, restaurantes e bares finalmente reabriram. O uso da máscara continua obrigatório em locais fechados e no transporte público. Nas ruas, o uso da máscara não é obrigatório na maioria das cidades, como em Paris por exemplo, onde podemos circular sem máscara no exterior. 

Qual a multa para quem não respeita as regras?

O não uso de máscara em locais fechados ou transporte público pode ocasionar multa de 135 euros (podendo chegar a 1,5 mil em casos de reincidência), por isto é melhor não ariscar. Os estabelecimentos que não controlam o uso da máscara e o passe sanitário (QR Code) também podem ser multados e fechados administrativamente em caso de desrespeito das regras. 

Para visitar a Torre Eiffel é preciso usar máscara?

Sim. o uso de máscara é obrigatório para se visitar a Torre Eiffel, mesmo sendo uma área aberta. A apresentação do passe sanitário também é obrigatório para se visitar a dama de ferro. A boa notícia é que a Torre Eiffel aceita o cartão de vacinação do país do turista de fora da União Europeia como prova de vacinação, dispensando o uso do QR code francês ou Europeu. 

Para ir ao supermercado, farmácias e hospitais é preciso estar vacinado?

Não. O acesso a locais essenciais não necessita apresentação do passe sanitário e o acesso é livre. Apenas o uso da máscara é obrigatório. 

Preciso estar vacinado para pegar o metrô em Paris?

Não, o transporte público para se locomover dentro das grandes cidades é considerado essencial, não sendo obrigatório a apresentação do passe sanitário. Apenas o uso da máscara, como já foi dito, é obrigatório. Portanto, caso use trens de longa distância, como os TGVs, a apresentação do passe sanitário será obrigatório a partir do 1 de agosto. 

Sou estrangeiro e estou de passagem pela França, posso me vacinar contra o covid-19?

Não. Por enquanto a vacinação contra a covid-19 é administrada gratuitamente em estrangeiros que vivem regularmente na França. Imigrantes em situação irregular também podem se vacinar, mas precisam estar cadastrados da AME, que é a assistência médica gratuita para pessoas em situação precária, irregular ou em processo de solicitação de asilo político.

E se eu for detectado positivo a civid-19 quando estiver de férias na França?

Você deverá se isolar 14 dias. Antes de viajar para a França, verifique com sua agência de viagens se o seguro saúde que você contratou (obrigatório para viagens à Europa) cobre despesas médicas, de eventuais internações e repatriamento por covid-19. A gratuidade na saúde na França aplica-se apenas ao cidadãos franceses e residentes. 

Posso cruzar a fronteira e visitar outros países europeus?

Embora estejamos na Europa, as regras podem mudar de acordo com o país que você visita. Antes de ir, planeje sua viagem e se informe à respeito das restrições no país que deseja visitar. Teoricamente as fronteiras da França estão abertas. 

Existe o risco de um novo confinamento na França este ano?

Por enquanto não se fala de novo confinamento, mas os casos de covid-19 estão aumentando em virtude da propagação do variante Delta. O mês de Julho e Agosto são meses de férias escolares na França e a maioria da população escolhe este período para viajar. Se o governo optar por um confinamento nesta época ele será dificilmente respeitado pela população, por isto acredito que, caso haja um novo confinamento, é provável que o mesmo seja a partir no mês de outubro. Por enquanto as chances são poucas, vai depender do avanço da epidemia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário